Projeto para evangelizar os ribeirinhos

Geral

O Brasil conta com oito grupos minoritários menos alcançados pelo Evangelho e os ribeirinhos estão entre eles. A prioridade missionária da AMME Evangelizar é apoiar, motivar, capacitar e suprir a Igreja Evangélica nas áreas ribeirinhas para que a Palavra de Deus chegue até eles.

Eduardo, Adriana e Sophia conheceram de perto a realidade nas comunidades ribeirinhas

É por isso que a agência missionária tem trabalhado nos últimos meses em parceria com a AEPR (Aliança Evangélica pro Ribeirinhos) para propagar a mensagem do Evangelho às comunidades ribeirinhas da Amazônia Legal, que corresponde a nove estados brasileiros.

O primeiro passo dessa iniciativa, capitaneada pelo pastor José Bernardo, foi uma pesquisa de campo realizada pelo missionário da AMME, Eduardo Carvalho, por sua esposa, Adriana, e que também contou com a participação da filha do casal, Sophia.

Durante uma semana, a família de missionários pôde conhecer de perto a realidade da comunidade ribeirinha na região de Lábrea – AM. Nesse período, eles visitaram e conversaram por horas com a população local, sempre com uma garrafa de café por perto porque é esse a forma do ribeirinho dizer que está em uma boa conversa. Ao todo, Eduardo e Adriana entrevistaram 50 pessoas entre líderes ribeirinhos, líderes não-ribeirinhos, pastores e moradores das comunidades, cristãos e não cristãos.

“Só quando você vê a realidade de perto e conversa olho no olho com as pessoas é capaz de entender quais são as necessidades e desafios para a expansão da Palavra de Deus em uma determinada região”, afirma Eduardo. “Esses dias foram preciosos por isso. Nós tivemos um contato maravilhoso com a população ribeirinha, criamos vínculos e agora sabemos melhor quais passos precisamos dar para que o Evangelho chegue até aquele povo”.

O próximo passo para a equipe da AMME evangelizar é o relatório da viagem de campo e, posteriormente, o início do desenvolvimento de um material evangelístico voltado aos ribeirinhos, especialmente adolescentes e jovens.

Por isso, pedimos para que você nos ajude em oração sobre esse projeto e que Deus dê sabedoria às pessoas que darão continuidade a esse trabalho.

Tagged

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *