Evangelizando o povo Xavante

Suprindo

Recentemente o pastor Simonton nos contou que um povo indígena tem se refugiado em Campinápolis, uma pequena cidade no Mato Grosso. Estão fugindo da fome e buscando melhores condições de vida. Esse povo é Xavante, indígenas que falam apenas o seu próprio dialeto, o xavante.

Fazem dois meses que o pastor Simonton realiza um trabalho de evangelização com esses xavantes. Ele possui experiência na evangelização de povos indígenas, pois esteve em uma aldeia durante um ano, deixando um missionário os pastoreando. Apesar de não falar o dialeto xavante, o pastor está sendo ajudado em Campinápolis por dois irmãos índios que o traduzem. De acordo com o seu relato não está sendo fácil para esse povo de cultura tão diferente, reconstruir suas vidas longe de suas aldeias, além do preconceito que sofrem até mesmo nas igrejas, por serem de uma etnia diferente. Apesar disso, frutos estão sendo gerados através dos ensinamentos do Evangelho. O pastor nos contou entusiasmado, que eles são muito receptivos a Palavra de Deus. Também destacou que algumas das características dos Xavantes são a hombridade e caráter, inclusive em suas escolhas, portanto quando recebem a Jesus é uma decisão sincera.

Em apenas dois meses de trabalho, mais de 120 xavantes já foram alcançados pelo Evangelho. O Pr. Simonton está discipulando os pais usando o “Livro de Marcos”. As mulheres e os mais jovens que frequentam a escola, estão sendo ensinados a ler os livros com histórias bíblicas para que possam instruir as crianças a como enfrentar as dificuldades do mundo e sobre a salvação em Cristo. Além disso, o pastor já está planejando uma EBF para julho para as crianças xavantes.  A palavra de Deus pode alcançar a todos, independente da etnia.  Precisamos levar a mensagem do Evangelho para todo mundo. Esse é o propósito que nos move. Estamos ansiosos para contar mais sobre os frutos deste e de outros trabalhos de evangelização que estão sendo feitos em nosso país.

Tagged

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *